28 de julho de 2017

Aprenda a garantir a segurança da sua impressora

atualizado em 14 de setembro de 2017 às 10:33

Dicas, Impressora Sem comentários

Um grupo de estudo composto por cientistas da Ruhr University Bochum descobriu que, pelo menos, 20 modelos de impressoras de diversas marcas (HP, Lexmark, Dell, Brother, Samsung, entre outras) podem estar totalmente vulneráveis à ação de hackers, isso é o que afirma Jens Müler, responsável pelas pesquisas na instituição da Alemanha.

Os pesquisadores já trabalham nessa investigação há um ano, mas só agora os resultados foram divulgados para o mundo todo. De acordo com Müler, os modelos de impressora têm defeitos em sua fabricação e configuração que permitem que hackers possam ter o acesso às informações e dados de instituições públicas, empresas, escritórios e mesmo da casa dos usuários. Isso também abre possibilidades para que os criminosos descubram as credenciais e mais detalhes de segurança das pessoas e das instituições.

Os equipamentos ainda podem ser bloqueados por meio de ataques DDoS (Distributed Denial of Service attack), que consiste, basicamente, em negar ao usuário o acesso aos recursos do sistema ou ainda serem totalmente reconfigurados para os padrões de fábrica.

Mas não é de hoje que pesquisadores se debruçam e tornam a público as falhas de segurança de tipos de impressora. Há seis anos, uma dupla de cientistas de segurança da Universidade de Columbia, localizada nos Estados Unidos, descobriu que alguns modelos de impressora da HP tinham uma vulnerabilidade grave.

A brecha funcionava assim, ao receber um novo documento para impressão, as impressoras verificavam automaticamente se existia uma nova atualização de software, entretanto, não avaliavam de onde vinham esse novo sistema de funcionamento. A dupla ainda descobriu que, desde 1984, dois milhões de modelos de impressoras não fazem uma análise se as atualizações são mesmo legítimas e seguras. Esses problemas fizeram com que uma pessoa tivesse seus dados confidenciais invadidos por hackers e os criminosos ainda conseguiram, surpreendentemente, fazer com que o fusor da impressora esquentasse ao ponto de o equipamento começar a soltar fumaça.

Na época, a HP disse que já estava investigando o caso apontado pelos pesquisadores dos Estados Unidos, mas afirmou que as vulnerabilidades de segurança não eram tão graves o quanto diziam os cientistas. Já sobre as informações divulgadas recentemente pelo grupo da Alemanha, a única marca a se pronunciar foi a Dell, ela afirmou que não se considera responsável pelas brechas de segurança, uma vez que o “padrão é deficiente”, mas a fabricante também disse que está se empenhando para investigar esses últimos estudos e constatações.

Como nenhum pesquisador do mundo inteiro ainda não descobriu marcas que tenham sistemas de funcionamento completamente seguros, o jeito é redobrar as atenções a fim de garantir mais privacidade e segurança para os seus dados ou os da sua empresa. É possível deixar a sua impressora mais segura a partir de alguns passos simples e muito rápidos.

Passos para proteger a impressora

O primeiro passo é adicionar uma senha no sistema da sua impressora a fim de garantir que outras pessoas não possam ter acesso ao equipamento e, consequentemente, aos seus dados pessoais e confidenciais.

Para isso:

  • Acesse a área de trabalho do Windows e clique com o botão direito na barra de tarefas do Windows;
  • Clique na opção “Definições de Impressora”, depois, em “Manutenção” e selecione “Dados sobre a impressora e opções”;
  • Vá até a parte de “Salvar as configurações de controle de acesso”;
  • Clique em “Definições” e digite o seu nome de usuário e adicione uma senha;
  • Por fim, basta dar ok. Pode ser que a sua impressora solicite o ID de usuário e a senha de fábrica para que você possa adicionar um novo código de segurança. Se isso acontecer e você não souber os dados, entre em contato com a fabricante.

Depois é preciso bloquear o acesso de estranhos à impressora.

  • Entre no menu do seu computador ou notebook e vá até a opção “Configurações do Windows”;
  • Em seguida, clique em “Dispositivos”, depois, em “Impressoras e scanners” e selecione a impressora que você deseja adicionar uma senha;
  • Depois é preciso clicar em “Gerenciar”, selecione a opção “Segurança” e você já visualizará a lista de todos que têm acesso à sua impressora na parte de “Nomes de grupos e usuários”;
  • Opte por “Proprietário criador” e em “Permissões para (…)”, em seguida, clique em “Permitir” em todos os tipos de acesso;
  • Depois, selecione todos os outros usuários e marque a opção “Negar” em todas as permissões de acesso;
  • Após esses dois passos, sua impressora já está muito mais segura.

Outra dica muito importante é verificar a segurança de redes alheias, por exemplo, se você precisar imprimir algum documento em locais públicos ou privados, tenha a certeza de que a rede de impressoras daqueles lugares é totalmente segura. Se constatar a segurança e fizer a impressão, também é aconselhável não deixar seus documentos muito tempo na bandeja da impressora e nem sobre outros locais onde estranhos tenham acesso, pode parecer exagero, mas se tratando desse assunto, todo cuidado ainda é pouco.

VEJA TAMBÉM!

Autor: Marcelo Silva

Conteúdo Relacionados

Comentários (0)

postar comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Produtos em destaque

Impressora Samsung M2020 com o menor preço!

R$ 483.6 à vista

Assine nossa newsletter

Receba novidades e promoções do nosso blog em seu e-mail.

Categorias