3 de março de 2017

Como limpar uma impressora jato de tinta

atualizado em 3 de março de 2017 às 16:45

Cartuchos, Dicas, Impressora Sem comentários

Impressoras são dispositivos que frequentemente requerem uma manutenção e limpeza.

Todo tipo de equipamento de impressão trabalha com consumíveis que, uma hora ou outra, acaba fazendo uma sujeira, por mais “clean” que ele seja. No caso das impressoras jato de tinta, isso não é diferente. O manuseio das tintas como insumos para impressão faz com que, em alguma parte, uma tinta resseque, endureça ou até mesmo comprometa o funcionamento do equipamento.

Em uma pesquisa feita em 2008 com o Senac, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, um dos professores da instituição afirma, “cerca de 90% dos problemas relacionados a impressoras jato de tinta são causados devido à sujeira no equipamento”. Esta afirmação atesta que tanto a poeira acumulada na impressora, quanto a não limpeza nos cartuchos de tinta da impressora podem fazer com que ele simplesmente não funcione.

Aqui no blog, você já aprendeu algumas dicas de como limpar impressora. Agora, você verá em detalhes como se limpa uma impressora jato de tinta.

Limpeza de Impressora

Antes de colocar a mão na massa, execute a limpeza feita pelo sistema

Toda impressora conta com uma função de nome “Limpeza”. Tal função não deve ser ignorada pelo usuário. Antes de realizar qualquer limpeza física, ative a opção do equipamento e peça para que a impressora faço o processo de limpeza. Ela mesma irá realizar seus processos internos no intuito de garantir que a saída de tinta esteja sendo feita corretamente, conforme o programado.

Botão de limpeza interna de impressora

Antes de limpar a impressora, prepare a área e os materiais

Como toda atividade de limpeza, algumas medidas devem ser tomadas antes do processo. Isso significa que o local deve estar limpo, para que, ao invés de apenas limpar, a impressora também não fique recebendo ainda mais poeira durante o processo. Se achar mais conveniente, é possível forrar a mesa ou o chão onde os equipamentos serão manipulados, para garantir que nenhuma gota de tinta manche sua casa ou trabalho.

Outro cuidado importante: a impressora é aparelho eletrônico. Sabendo disso, algumas regras são básicas: ela deve estar desligada da tomada quando for manuseada; copos e líquidos devem ficar longe, bem longe do equipamento. Quaisquer partes que possam ser limpas com umidade, serão feitas particularmente e sem contato com líquido direto. E, por fim, lembre-se, a impressora possui circuitos muito sensíveis. Há diferentes partes que nem devem ser tocadas, a não ser por um profissional.

Papel molhado em Álcool Isopropílico

Separe os seguintes materiais: cotonetes, flanela ou pano de algodão (ou qualquer um pano macio que não solte fiapos), papel absorvente, álcool isopropilico, limpa vidros, uma pequena vasilha com água (cerca de 100 ml).

Com tudo isso OK, mãos limpas e mãos à obra.

Limpando a parte externa da impressora

Esta é a parte mais fácil. Como qualquer outro equipamento, limpar a parte “de fora” da impressora consiste em tirar o pó. Isso, aliás, deve ser feito recorrentemente. Para tal, basta um pano seco, daqueles que não soltam fios. Pode ser uma malha de algodão, como as utilizadas para fazer camiseta ou ainda flanelas. Como a poeira geralmente também é seca, passar um pano já basta.

Limpeza de Impressora com Flanela

Feche a impressora, umedeça levemente o pano com uma solução simples de água com detergente, e depois o passe retirando todo o pó. Depois disso, abra as partes maiores, como a tampa e a bandeja e repita o processo nessas áreas.

Entretanto, pode acontecer de haver uma ou outra crosta, caso tenha acontecido algo incomum ou a última limpeza tenha acontecido há muito tempo. Neste caso, e somente neste caso, é possível usar um pano ligeiramente mais úmido. Mas é importante ressaltar que esta “parte” úmida do pano deve ser aplicada apenas na região onde a sujeira está mais concentrada. Do contrário, permaneça com o pano seco.

Como limpar a parte interna da impressora

Aqui, o processo começa a ficar mais interessante. A primeira coisa é que, por parte interna, temos as acessíveis e que são feitas de plástico ou de ferro (as paredes internas da impressora) e tempos os componentes. Passar um pano, como feito na parte externa, só é possível nessas partes internas que correspondem às paredes da impressora. Os componentes mais sensíveis não devem ser tocados.

Entre esses componentes estão os seguintes: o carro de impressão. É aquele carrinho que vai para lá e para cá carregando os cartuchos com tintas. Cada impressora conta com um modelo diferente, então é preciso se atendar ao manuseio de como manipular esta parte.

Cartuchos de Tinta

O carro em si, não é tão complicado, mas sim a parte em que ele fica parado sobre. Isso porque a parte inferior do carro conta com as aberturas dos cartuchos, por onde sai a tinta e vai direto para o papel. Quando o carrinho entra em stand by, ele se acomoda sobre uma esponja que absorve o excesso de tinta para que ele não se esvaia pela máquina. O problema é que esta área comumente recebe alguns jatos ou respingos de tintas, fazendo com que algumas impressões saiam sujas e manchadas.

Aliás, se a sua impressão está acontecendo, provavelmente é esta área que precisa de atenção.

Para limpar essa área é preciso mover o carrinho pelo seu trilho e analisar a situação da esponja e ao seu redor. Se houver muita tinta, é hora de usar o cotonete umedecido com álcool isopropílico. A delicadeza e precisão do cotonete deve ser usada para atingir áreas pequenas e sugar o remover os excessos de tinta.

Os cartuchos também fazem parte da limpeza

Novamente, cada impressora possui um sistema de encaixe diferente para seus cartuchos. Ainda assim, há um padrão acerca desses componentes, eles geralmente são conectados lado a lado e contam com a área inferior onde sai a tinta e também com conectores que se comunicam com a impressora. Aqui, é preciso ter atenção: esses conectores são bastante sensíveis e são eles que garantem que a comunicação entre cartucho e impressora aconteça. Por isso, NUNCA toque esses conectores. Se isso, por algum motivo acontecer, limpe a área tocada com borracha escolar, dê preferência às borrachas brancas.

552_Detalhes1659_Detalhes2816_Detalhes

Para limpar os cartuchos, há duas situações: se houver tinta muita tinta, é possível utilizar o cotonete seco para removê-la. Caso contrário, a saída da tinta pode ser limpa com um pano levemente umedecido apenas com água, que seria passado em volta da área onde é expelida a tinta. O cartucho é posicionado diretamente no pano, absorvendo a tinta que está obstruindo ou apenas sujando a saída.

VEJA TAMBÉM!

Confira a Impressora Epson WorkForce M205

Como funcionam as impressoras jato de tinta?

Vale a Pena Comprar a Impressora HP GT-5822?

Guia de Compra: Impressoras Brother a Jato de Tinta

Autor: Marcelo Silva

Conteúdo Relacionados

Comentários (0)

postar comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Produtos em destaque

Impressora Brother HL-1212W HL1212 Laser Monocromática com Wireless

R$ 460.35 à vista

Kit com 2 Toner Compatível HP CE285A 85A 285A CE285AB | P1102 P1102W M1132 M1210 M1212 M1130 | 1.8k

R$ 59.15 à vista

Assine nossa newsletter

Receba novidades e promoções do nosso blog em seu e-mail.

Categorias